Quanto vale uma recordação?

Você algum dia já se deparou com aquele antigo álbum de família, com aquela foto datada de muitos anos atrás? Foi bárbaro recordar, não?

E suas fotos? Pretende que sejam vistas daqui há alguns bons anos? Então, invista em suas fotos, revelando-as!!!

Com a chegada da era digital, da facilidade de se obter imagens e armazenar em computadores ou mídias, o preço acessível e falta de divulgação correta, foi ficando de lado a boa e tradicional revelação, onde tínhamos as imagens no papel.

Há alguns anos atrás, tinhamos somente as máquinas analógicas e revelavamos filmes em laboratório.

Esse avanço tecnológico da era das digitais nos trouxe facilidade de obtermos fotos, mas deixou um vazio para muitos, principalmente para os que só estavam acostumados com câmeras de filmes.

Pouco difundido nos dias de hoje, esse processo ainda nos traz certa nostalgia. E o próprio desconhecimento e comodidade da maioria das pessoas , faz com que esse método esteja já com os dias contados.

Procurarei ser o mais imparcial possível, pois esses assuntos geram uma certa polêmica mas é importante saber a diferença entre os termos, comercialmente falando, impressão e revelação. No final de tudo, os dois termos são aceitos, mas é preciso saber alguns detalhes.

Vocês não imaginam a diferença que existe em optar por relevar suas fotos (seja em forma de negativos ou mídia) em Laboratórios Fotográficos que trabalhem com equipamentos e papeis de qualidade, comparado com essas máquinas expressas que existem espalhadas por mercados, shoppings e quiosques. Aquilo nada mais é do que uma “simples” impressão.

Maquinas Expressas de
Maquinas Expressas de “revelar” fotos
Foto: Eduardo Andreassi

É exatamente como você imprimir uma foto em uma impressora de boa qualidade. Por se tratar de impresso sem tratamento algum, associado ao papel não adequado, o resultado na hora é bom. Porém, com o tempo, observando os detalhes, verá a resolução de sua fotografia desaparecer.

Tão importante e gratificante quanto ter obtido fotos lindas, é vê-las reveladas no papel. Sejam elas obtidas através das máquinas digitais ou analógicas. Vejam bem: não estou comparando máquinas digitais e as que usam negativo.

Particularmente, quando eu opto em revelar fotos, procuro locais de tradição. Afinal, eu quero que minhas fotos durem muitos e muitos anos. A qualidade dos equipamentos de laboratórios fotográficos e o papel empregado influenciam e muito no resultado da cópia.

Já na revelação, a formação da imagem se dá com o emprego de agentes e processos químicos e com utilização de papel fotográfico, que irão resultar em fotos de ótima qualidade e grande durabilidade.

Ou seja, ao mesmo preço e com qualidade infinitamente superior, os Laboratórios oferecem serviços dignos de revelar suas fotos.
Afinal, você espera ter essa recordação por muitos e muitos anos, não?

Esses mesmos são especializados nisso e por esse motivo, vale a pena o pequeno esforço de procurar um local bom e fazer suas revelações.
Sugiro que faça uma prova, enviando algumas poucas fotos e vendo o resultado.

Depois de reveladas, procure armazenar suas fotos em local longe de umidade e de luz. Preserve-as longe de pó, produtos de limpeza, tinta e solventes em geral.


Back-up

Quanto ao arquivamento de suas imagens digitais, sejam elas provindas das câmeras digitais ou analógicas, convêm armazenar em várias mídias, como em computadores, HD externos, CDs, alguns tipos de DVDs , pen-drive ou até servidores.
De tempos em tempos, é conveniente fazer um back-up dessas imagens, seja ela qual for, no intuito de garantir-se de uma eventual falha na mídia e perda de qualidade.
Eu particularmente, rodo as imagens de tempos em tempos para verificar a qualidade e se não houve danificação das mesmas.
E mesmo assim, já perdi algumas poucas fotos e outras que simplesmente perderam a qualidade que tinham.


Finalizando

É fato que além dos proprietários de laboratórios e mini-labs já não apresentam esperanças de que esse processo continue por muito mais tempo, que perdeu espaço para a impressão digital encontrada aos montes por aí.

Procurando conversar com eles, constatei o já esperado. Empregos que já deixam de existir, técnicas artesanais e de qualidade que já são raras nos dias de hoje, preços de máquinas analógicas (as que usam negativo) em queda e até revelação de negativos em PB, que quase já não realizam mais.

Aquele gosto, aquele tão esperado momento para ver como sairam suas fotos, está com seus dias contados, segundo muitos lojistas.

E tudo isso tem um preço. Comércio, processos, empregos , durabilidade, qualidade e o saudosismo de ver nosso trabalho, feito a partir de todo um processo ao fotografar, perder “ sua graça”.

Portanto, eu ainda sou um dos que ainda acreditam que arte, fotografia, técnica de revelar, processos, tem sim que ser mais divulgados. Afinal, fotografamos para recordar e mostrar nossa “arte”. Creio então que valha a pena termos tudo isso muito bem guardado.

Fonte:

Eduardo Andreassi

Quadros motivacionais, perfeito para a decoração de sua casa, quarto, escritório, etc. Disponíveis nos tamanhos 10×10, 15×15, 20×20. A partir de R$8,00 com imagens e a partir de R$4,50 apenas a moldura com vidro.

Reutilize fotos impressas para decorar com originalidade

As fotos reveladas que normalmente ficam guardadas em álbuns ou caixas, também podem ser usadas de forma criativa na decoração.

As fotografias deixam os ambientes mais aconchegantes e personalizados com momentos especiais que podem ser vistos e relembrados a qualquer momento.

 

Fonte: Catraca Livre

Para fotografar é necessário fotometrar: fotometria = foto, que significa luz e metria, que significa medir. Fotometria nada mais é que um conjunto de técnicas e recursos para medir a luz ao fotografar, seja esta luz natural ou artificial.

Nas técnicas de fotometria estão três fatores importantíssimos: o tamanho do diafragma (a abertura da lente por onde passará a luz), a velocidade que o obturador ficará aberto para entrar luz e a sensibilidade do sensor à luz (ISO).

1- ISO (sensibilidade)

O ISO, que antes era ASA nas câmeras analógicas, nada mais é do que a sensibilidade dos filmes. Quanto maior o ISO, maior a sensibilidade, ou seja, mais luz. Porém quanto mais sensível, nos filmes, maior o grão. Já no digital não temos o grão, e sim um defeito no sensor, que resulta algo similar: o ruído, ou seja, quanto mais sensível, mais ruído.

146_ISO_06

2- Velocidade (obturador)

O obturador é como uma cortina dentro da câmera, que abre e fecha para a luz chegar ao sensor (ou filme). Quanto mais tempo aberto, mais luz entrará, e mais clara será a foto. Por outro lado, quanto menos tempo, menos luz. O tempo que o obturador fica aberto é medido através de frações de segundo, segundos, minutos e até horas.

velocidade

3- Diafragma, abertura ou f

O diafragma na fotografia é o diâmetro da abertura das lentes. Esse diâmetro é um dos fatores que define a quantidade de luz que entrará na câmera, até o sensor. Quanto maior for a abertura, mais luminosa é a objetiva (mais apta para locais com pouca luz).

158_f_08

4- Histograma

Outro fator muito importante, tanto na hora de fotografar quanto na hora de editar, é o histograma, um gráfico que mede a luminosidade da foto, auxiliando na obtenção de uma melhor exposição da imagem. Como os visores das câmeras mostram uma imagem compactada de baixa qualidade, muitas vezes o que vemos nesses visores não é o real: podemos achar que a foto está boa, mas pode haver falta ou excesso de luz. Por meio do histograma, podemos corrigir isso, verificar o tipo de luz (dura ou suave) e medir os tons de cinza.

histograma_03

5- Composição

Além de técnicas em relação aos equipamentos, outro fator importante independente do recurso usado para fotografar (seja uma câmera DSLR, uma compacta ou um celular) é a composição.
Uma das principais dicas de composição fotográfica é a Regra dos Terços, que se caracteriza em dividir uma imagem em duas linhas horizontais e duas linhas verticais, onde os 4 pontos de interseção dessas 4 linhas são os pontos onde os nossos olhos têm maior atenção.

191_tercos_12

 

Fonte: Photopro

1
Envie suas fotos pelo WhatsApp
Powered by